Bem vindo a Uma vida...na estrada


Uma vida... na estrada.
reflexões, historias, acontecimentos, desabafos; uma vida!

uma vida...
por vezes ate pensada como perdida;
mas sempre vivida!!
se bem aproveitada ou não;
isso já é outra discussão!!
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Digam o que disserem!!! Sou como sou; não como querem que eu seja!!!.-.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

energias

Ai, como doi, as segundas feiras são tão más...


Eu que andava há tanto tempo a falhar aos treinos como se diz pelas minhas bandas...

Entretanto depois de um fim de semana de arromba lá veio o serviço, um dia calmo, apesar de começar bem cedo, 5h30 é cedo não é?!?


Abandonei a capital aqui da monarquia espanhola, e rumei a este, vim parar aqui perto do mediterrâneo , Valência, o serviço agora vai ser daqui durante uns tempos, enquanto houver por aqui laranjas e clementinas...


Depois da virada de ano já devo regressar ali mais ao sul....


Entretanto hoje , ali nas zonas de Albacete passei por mais um parque em construção, não, não é de estacionamento, é um parque energético (isto diz-se??)


Se não estou errado, terá algo a ver com fotovoltaico (ou isso, ou estou errado)

o certo é que já se vê muitos destes em construção e alguns já em funcionamento, há que investir nas energias renováveis , dizem eles
Afinal temos que estimar a Terra que temos, não é verdade?!?

Um destes dias recebi um mail, algo a ver com a reciclagem, parece que ainda se recicla pouco, no Brasil (há quem diga que é um país atrasado) a taxa de reciclagem anda nos 78%, nada mau acho eu!!!

Uma amiga que trabalha numa empresa de recolha de resíduos enviou também um mail com o assunto parecido, afinal segundo as contas se o pessoal reciclar mais gasta-se menos matéria prima!!!
O que se traduz em menos energia gasta!!


Mas já chega de lições por hoje, vou jantar!!
Acompanhas-me?

12 comentários:

Vanessa Lourenço disse...

Acompanho sim, até já,um beijo.*

Amsilva disse...

Vanessa Lourenço
E por certo que eu iria apreciar a companhia!!
Vamos onde?!?
, por ser a primeira vez, é a tua vez de decidir o local
beijo

Vanessa Lourenço disse...

Vamos a um italiano, daqueles deliciosos de toalhas vermelhas e brancvas numa dança de quadrados e copos de iced tea de tamanha exurbitantes, vamos enrolar tagiatelle em colheres e beber grappa até cair para o lado e rir e sorrir com e do bom vinho. Um beijo.*

Amsilva disse...

Vanessa Lourenço
beber grappa até cair para o lado não!!!
tem que sobrar um pouco de espaço para apreciar um amaretto antes do café!;)
existe algum italiano assim aos quadrados por esses lados??
ou terei que esperar até ao próximo verão para ir a um ristorante italiano, em Itália??
beijo, grande

Vanessa disse...

Adorava ver esse tipo de energias renováveis aqui. Apesar dos EUA serem um país desenvolvimento, é um dos maiores poluidores do mundo.
Em relação a Portugal aqui recicla-se muito pouco. As pessoas estão a começar agora a tomar um pouco mais consciência disso.
Gostei do post.
Boa viagem.

Vanessa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amsilva disse...

Vanessa
todos os países mais desenvolvidos são os que mais poluem, mas a questão não está no país em si acho eu, penso que é a ideia dos habitantes, uma vez mais aquela história de que não há terras más, mas sim maus habitantes!!
a reciclagem é algo que aqui há uns anos atrás nem sequer se sabia o que queria dizer, agora é uma questão de enraizar a idéia nas pessoas, mas também é necessário ter as infraestruturas para isso, e não vejo grandes investimentos nesse ponto, há o caso também dos aterros sanitários por exemplo, toda a gente sabe que são precisos, mas ninguém os quer perto de casa!!!
enfim, mentalidades que têm forçosamente que mudar...

Kátia disse...

A reciclagem por aqui está em alta.Mas acho que cada um deve começar em sua casa a colaborar...
Excelente post!
:)

Amsilva disse...

Katia
o brazil é um dos países que não deixam crescer, quantos anos faz que usam o alcool em vez de gasolina??
alem de ser rentavel é uma energia limpa, mas os outros grandes países continuam a procurar soluções e fingindo que não vêem o que o brasil já faz há anos, mas aí entra o tema economia, seria dar muito valor ao brazil e o brazil tem potencial para concorrer...

Aorta disse...

Há muitos anos, mas mesmo muitos, que reciclo. Ainda ninguém falava em problemas do planeta nem aquecimento global. Foi sempre uma prática habitual na minha família. O meu avô costumava-me dizer que era para um futuro melhor. Hoje, acho que ele era um sábio.

Aorta disse...

Ah, esqueci-me de te dizer que naquele tempo não havia contentores para separar-mos os lixos. Nós separavamos em casa e vendiamos a pessoas que compravam e os levavam para os centros de tratamento dos lixos. O mais comum era o papel, os plásticos e o alumínio.

Amsilva disse...

Aorta
na minha zona sempre existiu alguém que procurava cartão, ou ferro velho, assim como os que compravam aluminio velho, até as latas, já na altura era reciclar, mas ainda não se falava disso!!!
eram uns simples pobres que por meia duzia de tostões procuravam o "lixo" e depois vendiam a outros!!