Bem vindo a Uma vida...na estrada


Uma vida... na estrada.
reflexões, historias, acontecimentos, desabafos; uma vida!

uma vida...
por vezes ate pensada como perdida;
mas sempre vivida!!
se bem aproveitada ou não;
isso já é outra discussão!!
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Digam o que disserem!!! Sou como sou; não como querem que eu seja!!!.-.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

panteão nacional

Escutei algo nas noticias de hoje acerca de transladarem os restos mortais de Aquilino Ribeiro para o Panteão Nacional, ficando assim junto de outras celebridades portuguesas tais como Amalia Rodrigues, na radio em questão havia um inquerito aos ouvintes: estavam de acordo com isso ou achavam que haveria outros escritores com esse mesmo ou maior direito, como a titulo de exemplos falados lá; Miguel Torga ou Fernando Pessoa.
Eu que pouco ou nada entendo desses direitos tenho como opinião que Fernando Pessoa teria esse direito tambem, acho que é muito mais reconhecido mesmo a nivel internacional, mas, alem de partilhar essa opinião com mais pessoas é apenas isso; uma opinião!
Agora a parte divertida do assunto é que houve quem sugerisse um lugar lá para o professor Cavaco Silva (não é meu parente), mas afinal para o panteão não vão apenas os falecidos??
Será que até neste assunto as pessoas são capazes de misturar politica?!?
Será que a mesquinhez das pessoas tem um alcançe assim deste tipo???
A outra pergunta seria se era ou não esse o desejo do defunto, pelo que sei faleceu em 68, por isso não deve ter grande opinião acerca ...
Se bem que o fazem como uma homenagem, não seria talvez porque uns quantos senhores tais, bem colocados e com bons conhecimentos, pertencentes por mero acaso a associação denominados "Aquilinistas", não seria dizia eu porque esses senhores estão bem colocados, ou, será que as outras associações (penso que seja assim que se chama) não fizeram o necessario, os passinhos certos, os apelos ás pessoas com poderes para isso e assim transladarem para lá outras grandes personalidades, como os já referidos Miguel Torga ou Fernando Pessoa, e assim aumentarem o numero de residentes que segundo entendi está em 10??
Diz-me lá, o que achas disto??

11 comentários:

Paulo Sempre disse...

Na minha opinião Salazar também lá deveria ter morada eterna. Afinal esta coisa da política quase que "acorda" os mortos.
Talvez o Carlos Cruz já lá tenha algo "apalavrado".
Quando chegar a minha vez gostaria de ficar lado-a-lado com Amália Rodrigues para lhe poder dizer que a sua fundação - "fundação Amália Rodrigues" - não passa de um "triste fado". Certo estava Camões quando dizia: « Manda lá dizer que nesta Pátria alguns traidores também houveram algumas vezes».
Lado - a -lado com Fernando Pessoa é que nunca, upssssssssss...pois podia ficar a saber de um segredo bem escondido, a sua vida sexual.
Abraço
Paulo

Amsilva disse...

Paulo

engraçado que fizeste-me recordar que as obras de Santa Engracia foram feitas exactamente por causa de Salazar...
quanto a vidas sexuais, cada um que se desenrasque no que mais lhe agrade,mas espera lá que segundo o que sei, parece que Aquilino participou, ajudou ou pelo menos tinha algo a ver com a morte,(homicidio??)de um Rei português

AcidoCloridrix disse...

Esses inquéritos de opinião às vezes dão "bode" amigo,,,, olha só o que aconteceu sobre os 10 Portugueses mais ilustres de todos os tempos,,,,, não é que o Salazar ganhou???? My God,,, este povo quando toca a votar a deidir, sempre nos surpreende!!
Abraçoooo,,, HCL
P.S. :O nosso dicionário do sexo tem um novo tema, “Impotência”, gostaria imenso de ter o teu sábio comentário sobre a matéria,,,,, obrigado,

Vanessa Lourenço disse...

Meu caro Am, sabes onde está enterrado o Fernando Pessoa? Está enterrado nos claustros dos Jerónimos, já, por ventura, os visitas-te? É que entre ir "morar" para um sítio onde já outros moram em troca do título, o meu bem amado Pessoa reside num dos sítios mais espectacularmente bonitos que alguma vez vi. Preferia que a ideia não fosse adiante já que privariamos ao mestre do seu belo descanso no meio doq ue mais parece ser um mundo saído dos livros do Tolkien. Um beiko.*

Kátia disse...

Continuo em off...entendi mas,sem condições de escrever...depois venho com calma.
Beijo

Amsilva disse...

acido
eu particularmente quando morrer so quero ficar num sitio calminho, o cemiterio da terra será muito bom pois fica numa colina com vista para o rio e os campos, acho que só os famosos aguentarão as visitas diarias...

vanessa

por acaso desconhecia totalmente...
mas pelo que me contas o melhor mesmo será ficar assim por lá, estou quase certo que a ele lhe agrada...

Katia

ainda em off??
então esse espirito lutador? onde está essa força de viver??
é que eu gosto de te ter por aqui...

Eduardo Jai disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo Jai disse...

As pessoas têm por tendência atribuir símbolos a outras pessoas. Mortos então, é um ver se te avias. E quando se trata de mortos "importantes" e que não são "pedestaláveis" no Vaticano (por diferenças ou ausências religiosas) não vêem nisso grande problema: "Temos aqui um Panteão mesmo à sua medida".

Claro que, aqui chegados, aparecem os verdadeiros problemas: "Quem merece este nosso Panteão tão lindo?"; "Como democratizar o Panteão, doce Panteão?"; "Qual a justeza dos ossos que nosso Panteão alberga(rá)?".

É. Pois. Hum, hum.
Problemas que arrepiam até um fantasma.

Cá para mim, não me parece que importe muito aos mortos onde as ossadas, da vida deixada, repousam.
Mas - pelo sim, pelo não - se algum se manifestar em contrário, terei o maior prazer em lhe fornecer o nº do meu telemóvel para que, assim, possa ganhar o meu voto e lançar de seguida uma petição nacional: "Morto Sicrano para o Panteão beltrano, JÁ!".
Depois de passar 6 meses numa casa de repouso para grandes sustos, é claro...

:)

Amsilva disse...

eduardo

eu tambem acho que os mortos não se devem importar muito onde fica o corpo

e mais
nessas coisas de respeito pelos mortos
eu acho que devemos respeitar as pessoas em vida e a memoria delas depois da morte fisica, mas...

nela disse...

Pois, tarde como sempre, mas tenho desculpa: inda não recuperei a rotina...
Quanto ao panteão, acho que aos mortos não interessa nada onde jazem, mas aos que decidem quem vai para o panteão já é diferente, sempre lhes pode render alguns benefícios. desculpe lá o cinismo, mas hoje acordei assim...
boas viagens

Amsilva disse...

Nela

essa do tarde, há um ditado que diz; antes tarde que nunca, mas não é o caso eheheh

pois o mais certo é render algo a alguem, isto de trabalhar com mortos, a menos que não esteja escrito raramente se faz por vontade deles...