Bem vindo a Uma vida...na estrada


Uma vida... na estrada.
reflexões, historias, acontecimentos, desabafos; uma vida!

uma vida...
por vezes ate pensada como perdida;
mas sempre vivida!!
se bem aproveitada ou não;
isso já é outra discussão!!
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Digam o que disserem!!! Sou como sou; não como querem que eu seja!!!.-.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

noticias

Ha certas noticias que deixam a minha alma parva, bem a alma e os olhos tambem!!
Estava em em mais um dos meus tempos livres a ler o jornal (como ainda não sei pegar no jornal de folhas tenho por habito ler online, custa menos a virar a pagina sem escangalhar o jornal todo) e encontro uma noticia que me alegrou os olhos!!

Ora a actriz Salma Hayek, quem viu o filme Bandidas por certo se recorda dela, talvez mesmo mais de algumas cenas eheheh, onde é que eu ia? Ah, diz ela que os seus seios são um presente divino!! E bem que nós (homens e não só) podemos agradecer esses presentes...


Descobri tambem que afinal os brinquedos não servem para as crianças, segundo a Deco na noticia publicada os brinquedos são perigosos para as crianças, e ainda bem que assim especificam, desse modo eu já tenho uma desculpa lógica para andar com os brinquedos, para mim não são perigosos, e como os tinha comprado e não podia devolver....

Saudades de um tempo em que brincava com tudo o que apanhava a jeito, jogava á bola na rua com os vizinhos, partia os vidros das janelas do "professor" com um ou outro lance mal colocado... esmurrava-me no chão e ainda recebi beijinhos porque tinha um doidoi... comia os morangos sem os lavar, tambem não ia dar tempo, era mais facil colher e comer do que ainda os ir lavar, assim como toda a outra fruta (vantagens de quem vivia numa quinta), mas hoje?!?

Hoje não se pode fazer nada dessas coisas, tudo e mais alguma coisa é perigosa para a saúde...

Já alguma vez pararam para pensar que o Homem em primeiro cria as dificuldades e depois a maneira de as superar?!?
Metade dos problemas que temos hoje em dia são consequências de algo que o Homem inventou sem pensar no depois, mas o mais preocupante é que assim se faz, e assim se irá fazer sempre...

Hoje nem frase nem foto, apenas esse pensamento: o que o Homem fez de bem no que tem feito de mal....
Aqui chove, faz-me falta um cobertor e um ombro...

From Vierzon, France

7 comentários:

Kátia disse...

Adoro essa música de fundo!Muito obrigada!
"Saudades de um tempo em que brincava com tudo o que apanhava a jeito, jogava á bola na rua com os vizinhos, partia os vidros das janelas do "professor" com um ou outro lance mal colocado... esmurrava-me no chão e ainda recebi beijinhos porque tinha um doidoi... comia os morangos sem os lavar, tambem não ia dar tempo, era mais facil colher e comer do que ainda os ir lavar, assim como toda a outra fruta (vantagens de quem vivia numa quinta), mas hoje?!?"
Achei interessante isso.Por que não fazer tudo que escreveu?se falta tempo quando puder faça.Vez por outra faço coisas dos meus tempos de adolescente...
Bom frio por aí...aqui faz calor mas agora chove.
Beijo!

Aorta disse...

Nada era perigoso na nossa infância. Cresci dividida entre 3 casas e uma delas também era numa quinta. Era óptimo quando chegava a altura de ir para lá. Colhia-mos das árvores ou da terra e comiamos de seguida. Nunca adoeci por isso.
Tenho saudades desses tempos, apesar de não terem sido fáceis.

Quanto ao cobertor e ao ombro... sinto muito. É quando faz muito frio que se sente mais a falta, não é?
Bom fim de semana.

Amsilva disse...

Katia
eu faço isso sempre que posso, tanto que no meu terreno estou a omntar um pomar para poder fazer isso, agora o jogar á bola e partir vidros, talvez não achem piada a isso eheh
bjks

Aorta
não eram, tempos faceis, mas sim muito divertidos, aproveitava mais a vida acho eu...
o frio tem destas coisas...
obrigado

Vanessa Lourenço disse...

Tenho medo de parar para pensar no que o Homem tem feito de bem ou de mal. A questão é que nós fomos aqui "plantados" e crescemos e somos agora uma espécie de virus egocêntrico que pensa que a terra é sua em vez de pensar que nós é que somos da terra. O Homem já nasceu com uma coisa, o seu egocêntrismo e cresceu a olhos vistos. Sei que faço parte da espécie, lol, e sei que carrego um karma muito pesado, mas também sei que gosto de estar aqui. E humana ou não (nunca se sabe, haha) só me resta apreciar o que tenho à voltae equando descontente tentar mudá-lo.
Um cobertor arranja-se, um ombro é mais complicado, mas há falta de melhor tens o meu, que to dou sempre com um sorriso. Um beijo.*

Amsilva disse...

Vanessa Lourenço
karma pesado?!?
não acredito muito nesse pesado mas...
obrigado pelo ombro
se não for pedir demais , dás tambem o braço?!?
beijo

Vanessa Lourenço disse...

ahhahaha, se também precisares dou =)*

Amsilva disse...

Vanessa lourenço
então manda aí o resto que acompanha o ombro, para não ficar por metades ou peças...
beijo