Bem vindo a Uma vida...na estrada


Uma vida... na estrada.
reflexões, historias, acontecimentos, desabafos; uma vida!

uma vida...
por vezes ate pensada como perdida;
mas sempre vivida!!
se bem aproveitada ou não;
isso já é outra discussão!!
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Digam o que disserem!!! Sou como sou; não como querem que eu seja!!!.-.

quinta-feira, 13 de março de 2008

Acumulando

Imagens ali do sul, pelas minhas contas não devo ter muitas mais oportunidades de sacar umas fotos destes lados.
Curioso, queria que o boss implicasse comigo, talvez para ter razão no momento em que lhe comuniquei, mas isso não aconteceu, ficou como se não fosse nada com ele...
Já a chefa de tráfego ficou triste, reparei isso, e fez-me sentir quase culpado, temos a relação laboral, mas ainda sobra a amizade, essa penso que se irá manter, mas é diferente, é sempre diferente...


Entretanto, o tempo passa, começam os novos projectos em vista, os castelos no ar, as viagens na maionese...
O tempo passa, o tempo sempre passa...

4 comentários:

Vanessa Lourenço disse...

Tu à espera de uma razão para pregar um banano ao homem e afinal ele nem ai nem ui...Fica-se sempre com uma sensação de vazio quando se "abandona" algo a que nos habituámos a chamar ( no teu caso literalmente) casa, mas vais mudar, para uma nova "casa" e parece-me que esta tem menos paisagens longiquas mas as melhores das familiares, um beijo***

Amsilva disse...

Vanessa Lourenço
as paisagens longinquas vão sempre existir, as do sul de Espanha é que não as vou ver!!
Sim, um certo vazio...

Beijos

Anónimo disse...

O ser humano receia sempre o desconhecido, pois tem como referencias as experiencias próprias, e até acreditar se vai para melhor, terá que experimentar.

Boa sorte na tua busca da qualidade. Casas, há muitas, mas aquela onde nos sentimos bem, temos que procurá-la.

Se não irás ao sul de Espanha, poderás vir ao sul de Portugal. Eu cá te receberei, como deve ser.

Abraço.

Carlos / Cordoba_580.

Amsilva disse...

Carlos / Cordoba_580
obrigado por essas palavras, eu sei que serei bem recebido por aí!
Abraço