Bem vindo a Uma vida...na estrada


Uma vida... na estrada.
reflexões, historias, acontecimentos, desabafos; uma vida!

uma vida...
por vezes ate pensada como perdida;
mas sempre vivida!!
se bem aproveitada ou não;
isso já é outra discussão!!
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Digam o que disserem!!! Sou como sou; não como querem que eu seja!!!.-.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

resultados

De uma que poderia ser uma luta com um bom resultado, acabou por ser uma vergonha...

Violência , figuras tristes, e se as pessoas se já tinham uma ideia má dos camionistas agora ficaram com uma ideia ainda pior ...

E o sector não ganhou nada, quer dizer, apenas os grandes grupos de distribuição que trabalham durante a noite é que vão ter menos despesas... durante seis meses...

E os preços dos combustiveis, continuam a subir!!!

Já estou em serviço, estes dias estive sem net, parece que também esteve de greve eheheh
Entretanto voltei ao activo, vou visitar o Durão , ás tantas ainda vou falar com ele e perguntar que raio se passa, com o país e já agora com as pessoas!

Bom fim de semana!!!

8 comentários:

Vanessa Lourenço disse...

Os camionistas não ficaram, de todo, com uma imagem pior do que tinham ou não. Digo-te que enquanto durou a greve não se falou de mais nada, porque muito boa gente se apercebeu que tudo é trazido por vocês, desde a gasolina, aos alimentos à coisa mais básica de sempre, farinha para o pão!
Eu fui ao super no fim-de-semana e só me bateu até ler um papelinho A4 que dizia "lamentamos estimados clientes mas hoje não teremos peixe fresco e o stock está limitado devido à greve dos camionistas", coisas básicas! Ir a uma bomba e estar fechada, percorrer 40 km até à próxima e estar fechada e por aí em diante...
Resultado, a ideia geral cá em baixo era a de que os camionistas tinham mais que razão para fazer greve e mesmo correndo o risco de ficarmos sem comida e gasolina, o lema era sempre o mesmo "que continuem e lutem pelo justo".
Um beijo, boas "belgas".

Amsilva disse...

Vanessa Lourenço
Falavam, condenavam... e voltaram a falar mal, a começar pelos media...

a greve não foi dos camionistas, mas sim dos patrões, o que poderia e deveria ter tido uma adesão de 100%, mas como sempre, há algumas pessoas que apenas esperam pelo esforço de outras para encher os bolsos, e viu-se o exemplo de um grande grupo de distribuição, que nem sequer aderiu á greve e é um dos poucos beneficiários das "cedências" do governo...

resumindo, o governo não quer saber se á greve ou não, os grandes grupos asseguram de que o país se arraste.

Mesmo assim ainda há pessoas que não fazem ideia do quanto uma greve do sector do transporte pode afectar a economia de um país; quantas fábricas estão fechadas ou paradas devido á greve?
quantos postos ficaram sem combustiveis?
quantos hiper´s ficaram com prateleiras vazias?

e a adesão á greve não passou dos 40%, imagina um dia em que chegue aos 75%... será que aí o governo e grande parte dos cidadões irão abrir os olhos e ver que já seja desde um simples agrafo até ao mais sofisticado avião, tudo, mas tudo passa pelos camiões????

Sempre fui e serei a favor de greves desde que seja pra melhorar, condeno os excessos que tiveram lugar assim como qualquer ameaça, mas acho que falta uma União, não só no sector como no país em geral.

Ainda gostava de ver um ministro a explicar como é o dia a dia de quem anda na estrada, assim como das pessoas que estão "por detrás" disso, que organizam o transporte e as condições em que é realizado; mas já sei que não seria capaz, porque simplesmente ignora como lhe chegam as coisas que come , bebe, usa , descansa ,ou até mesmo onde caga.

Vanessa Lourenço disse...

Para quê? o Sócrates tem fome, apanha o jacto e vai almoçar a Paris...***

Amsilva disse...

Vanessa Lourenço

e nós pagamos para isso ser assim

alfabeta disse...

Olha que eu comecei a dar mais valor aos camionistas, a falta que eles fazem ao País, claro que há bem educados e outros não, mas isso é em todas as profissões, e apoiei a greve deles.

Amsilva disse...

Alfabeta
Pra ser sincero 65% pelo menos das pessoas não faz ideia da importância dos camiões numa sociedade, mais que uns grandes na estrada, são o motor da economia, movimento tudo, mas mesmo tudo, a sociedade hoje em dia é possivel da maneira que está devido aos camiões, se pararem e pensarem um pouco vão ver que desde a matéria prima até ao produto final, tudo passa mais tarde ou mais cedo dentro de um camião!

alfabeta disse...

É verdade,mas só tomei consciência disso com esta greve, e foi muito bem feita para o governo que pensava que tinha mão de ferro em tudo, afinal são vulneráveis e nem eles sabiam quanto!

Amsilva disse...

Alfabeta
O governo está habituado a que o povo faça o de sempre, comer e calar, mas por vezes saem assim umas surpresas que lhes abanam o poleiro, só pra eles se lembrarem que não é eterno...