Bem vindo a Uma vida...na estrada


Uma vida... na estrada.
reflexões, historias, acontecimentos, desabafos; uma vida!

uma vida...
por vezes ate pensada como perdida;
mas sempre vivida!!
se bem aproveitada ou não;
isso já é outra discussão!!
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. Digam o que disserem!!! Sou como sou; não como querem que eu seja!!!.-.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Deixem-me trabalhar...

Isto até que nem está muito mal, quer dizer, a nivel de trabalho está fraco, a crise reflecte-se no sector do trasnporte...
Estive parado desde segunda á tarde após a descarga, e nem carreguei em Portugal, estou neste momento na Galiza para carregar , amanhã claro :)
O que vale é que aproveita-se estas esperas para compensar os horários a que a lei obriga, por exemplo ás 45 horas de descanso consecutivas, o que fiz, assim compensei o facto de apenas ter parado as 24 horas de domingo, raio da lei que não nos deixa trabalhar.
Ainda por estes dias escutei uma conversa em que se queixavam de que o chefe os obrigava a fazer horas, ou então gentilmente "cediam o lugar a outro"; e eu que até nem me importava de fazer umas horas a mais não posso!!!!
Estou como diz o outro: deixem-me trabalhar, deixem-me trabalhar!!!!
Boa semana, boas viagens!!

5 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Compreendo o que dizes, mas nesse caso gosto de pensar que essas leis se destinam a proteger-vos de patrões mais esclavagistas.

Abraço!

Vanessa disse...

A crise infelizmente está em todos os sectores, aí desse lado ou deste...

Boas viagens e bom regresso!

Amsilva disse...

Rafeiro Perfumado
estas leis só nos prejudicam, a nós e á economia de todos os países envolvidos na comunidade económica, qualquer atraso no transporte influi no atraso da disponibilidade dos bens, logo , no pagamento dos mesmos, o que se não está pago não sai outro e isso vai baixar a produção porque o bem não tem saída, pode mesmo dar direito a dispensa de alguns trabalhadores... ... seria um fio com muito por onde puxar,
mas em relação aos patrões esclavagistas... quanto mais aperta a lei, mais alguns a quebram... a mando dos patrões, outros de própria autonomia...
é um mundo um pouco complicado e mesmo complexo, e claro, a lei tem muitas margens...
Abraço

Vanessa
A crise são os governos que as forçam, se não fosse o anseio pelos impostos, o aumento das coisas seria bem menor e o poder de compra bem maior, mas como o consumismo é cada vez maior, e a felicidade para muitos traduz-se em materialismo...
Beijo a esse lado!

camionista_junior disse...

Umas ferias antecipadas boa viagem cumps CJ

Amsilva disse...

Camionista_junior
Parecido com isso mas não tem nada a ver, é mais tipo prevenção como nos bombeiros, ficar á espera para actuar!
Abraço